O que é o benefício do abono salarial

O Abono Salarial, para quem ainda não conhece, é o benefício que garante o valor de um salário mínimo anual (R$ 998,000) aos trabalhadores formais brasileiros que recebem, em média, até dois salários mínimos de remuneração mensal dos empregadores que contribuem com o PIS ou PASEP.

De acordo com a Caixa Econômica Federal, o abono salarial e o PIS vão além daquele monte de números. Por meio da Lei Complementar n° 7/1970, foi criado o Programa de Integração Social. O programa buscava a integração do empregado do setor privado com o desenvolvimento da empresa.

No artigo abaixo você poderá consultar ainda mais informações a respeito do Abono Salarial 2020 do Governo Federal. Acompanhe.

O que é o benefício do abono salarial

O abono salarial, também conhecido como PIS, é um dos mais importantes benefícios do Governo ao trabalhador aqui no Brasil. Mais conhecido como o abono salarial, ou o décimo quarto salário dos trabalhadores, ele é pago todos os anos pelo o Ministério do Trabalho junto com a Caixa Econômica Federal que é sua parceira nesta causa, ela é o banco responsável em repassar as verbas para os contemplados.

Abono Salarial

Anualmente, o pagamento do benefício é divulgado pela Caixa Econômica Federal, através do calendário do PIS, que estabelece as datas de pagamento desse importante benefício aos trabalhadores. A consulta pode ser feita através do site:

  • https://servicossociais.caixa.gov.br/

Assim como também o contato pode ser feito pela central de atendimento: 0800 726 0207 ou pelo aplicativo Caixa Trabalhador, que está disponível em todas as lojas de aplicativos das três plataformas operacionais (Android, IOS e Windows).

Pagamento do Abono Salarial

Abono Salarial

Com a crise econômica dominando o Governo, o pagamento do Programa de Integração Social (PIS) acabou atrasando. O Governo por meio do seu Ministério do Trabalho, em conjunto com a Caixa Econômica Federal, órgão responsável por esses pagamentos, decidiu que os benefícios só estariam disponíveis em julho 2016, e que o calendário se estenderia até março do ano seguinte.

Dessa maneira o PIS só terminará de ser pago em 2019, já que o calendário é elaborado de acordo com o mês de nascimento de cada servidor. Quem nasceu julho, será o primeiro a ser beneficiado, já que nasceu em junho, vai receber o pagamento do PIS 2018 apenas em 2019, devido a esse atraso e a falta de orçamento do Governo Federal para pagamento dos benefícios sociais.

Lembrando que podem receber o PIS, os trabalhadores que se enquadrarem em todos os seguintes requisitos:

  • Quem teve carteira assinada, em 2018, por pelo menos 30 dias;
  • Quem tiver sido cadastrado no PIS há pelo menos 5 anos;
  • Quem teve remuneração mensal de até dois salários mínimos;
  • Se a empresa tiver feito o cadastro dos funcionários corretamente, entregando o RAIS ao Ministério do Trabalho.

Como sacar

Abono Salarial

Para sacar o PIS o trabalhador deverá se dirigir a uma Agencia da Caixa Econômica Federal, com o seu cartão cidadão em mãos. Dessa maneira, você também consegue ver quanto vai ser sacado e quando o seu próximo benefício será liberado, já saindo com o dinheiro em mãos e essas informações importantes anotadas.

Uma segunda maneira é indo até uma casa lotérica, com algum documento de identificação com foto, seja RG, carteira de trabalho ou carteira de motorista e o seu cartão cidadão e vai poder recolher o seu benefício.

Uma terceira maneira é apenas para quem possui conta na Caixa Econômica Federal, se for o seu caso, você pode pedir em sua agência, que o seu benefício seja depositado diretamente em sua conta, assim, você nem precisa sair de casa para contar com seu benefício.

Lembrando ainda que o PIS 2019 teve um aumento de acordo com o salário mínimo e hoje esse benefício dá direito a R$ 998,00 reais, pago nas datas estabelecidas.


Agora que você já está bem informado sobre quem tem direito, como e onde usufruir do seu benefício, não perca tempo e consulte a data do seu pagamento e na data informada, dirija-se a uma agência da Caixa Econômica Federal e faça a retirada do seu benefício.